“Das importações feitas pelo Brasil via comércio eletrônico, empresas asiáticas já respondem por 51% das vendas”, menciona a revista Folha Do Estado citando as conclusões do relatório da Americas Market Intelligence encomendado pela Nuvei.

A rápida transformação no mercado de meios de pagamentos, a alta taxa de aceitação do Pix e o avanço do uso dos smartphones ajudaram a impulsionar a atuação de empresas asiáticas no comércio eletrônico da América Latina nos últimos anos, sobretudo no Brasil. Neste cenário, entre os principais players internacionais, como os EUA, a estimativa é que os comerciantes asiáticos representem 51%, no chamado cross border (o comércio transfronteiriço) no Brasil. É o que aponta o relatório “Insights e Oportunidades para Expansão Regional de Sucesso – Interconectando Ásia-Pacífico e América Latina”, primeiro estudo do tipo encomendado pela Nuvei, plataforma global de pagamentos, à empresa de pesquisas Americas Market Intelligence (AMI).

Leia artigo completo: E-commerce (Empresas Asiáticas tem 51% das vendas)